Iluminação Eficiente

Blog de especialistas da EXPER

 

Iluminação Eficiente

Blog de especialistas da EXPER

 

Certificação de equipamentos de LEDs serão priorizadas em 2014

25.11.2012

Movimentações em torno da tecnologia LED para iluminação não páram de acontecer. Segundo pesquisa da Strategies Unlimited, a receita do LED em iluminação  cresceu  3,5 vezes em três anos,  subiu de US $ 2,7 bilhões em 2008 para US $ 9,4 bilhões em 2011. Projeções apontam para quedas no preço dos LEDs em mais de 80% e  uma penetração global de 64% em aplicações de iluminação geral nos próximos oito anos.

 

No Brasil, a ABILUX estima que lâmpadas e luminárias de LEDs ocupam cerca de 10% do mercado de iluminação, chegando a prováveis 5 milhões de lâmpadas de LED importadas neste ano.

 

Este elevado crescimento vem sendo motivado pelo crescente aumento da eficiência energética e significativas quedas nos preços dos componentes. O gráfico 1 mostra o aumento da eficácia luminosa em lm/W dos últimos anos, a projecão desta em LEDs comerciais e a redução signficativa de preço do component LED ano após ano em relação ao mesmo fluxo luminoso.

 

 

Fonte: CREE

 

Segundo Abilux, uma redução média da ordem de 25% nos preços dos componentes em 2011 e 20% no primeiro semestre de 2012, levaram ao crescimento da produção nacional de luminárias e lâmpadas de LEDs e a entrada de muitas empresas importadoras da tecnologia.

 

Aliado a isso, o banimento das lâmpadas incandescentes iniciado em julho desse ano, a necessidade do descarte correto e políticas mais complexas de logística reversa de lâmpadas fluorescentes compactas, fortalecem a inserção da tecnologia LED principalmente para fins de substituição de lâmpadas convencionais.

 

Motivado pela crescente participação dos produtos de LED no Mercado e a falta de regulação para determinação da qualidade dos produtos, o INMETRO está priorizando a publicação de portarias para certificação de luminárias públicas e lâmpadas de LEDs em 2014. Com isto, espera-se que haja uma seleção de produtos de qualidade no Mercado e o consumidor final possa comprar o produto de LED com garantia de um produto de longa vida e elevada eficiência.

 

Para tanto, as normas de produtos (lâmpadas, drivers e luminárias) estão sendo também priorizadas pelas Comissões de Estudo da ABNT e os laboratórios começam a se estruturar para realizar os ensaios específicos que serão exigidos por norma. Investimentos deverão ser necessários para capacitação laboratorial, assim como, definição de critérios de ensaios e amostragens. O primeiro passo, entretanto, está  sendo dado, o que tenderá a melhorar significativamente a qualidade e a segurança dos produtos que estarão disponiveis no Mercado no futuro.

 

 

Please reload

Posts em destaque

Nova Portaria para certificação de lâmpadas de LED é publicada

05.04.2018

1/2
Please reload

Novos Posts

13.04.2018

Please reload

Procure por Tags