Iluminação Eficiente

Blog de especialistas da EXPER

 

Iluminação Eficiente

Blog de especialistas da EXPER

 

Avaliação de desempenho de LEDs pela LM-80 e LM-79

Com a publicação das Portarias para certificação do Inmetro e concessão do Selo Procel para lâmpadas LED, cada vez mais se fala em avaliação de desempenho, testes e normas para leds. Novos termos estão no vocabulário de muitos fornecedores e especificadores, porém aparentemente muita confusão e dúvidas ainda ocorrem.

 

Até pouco tempo atrás os especificadores perguntavam aos fornecedores de equipamentos led: Qual a vida da sua lâmpada (ou luminária) led? E o fornecedor simplesmente respondia sem nenhuma dúvida: Minha lâmpada (luminária) tem 50.000 horas... Hoje, um especificador mais esclarecido pergunta: Mas essa vida é baseada em que parâmetros? E começa a pedir uma série de testes... Seu led tem LM80? Sua lâmpada tem LM79? Quem testou seus produtos?

 

Os fornecedores mais preparados, tem as repostas na ponta da língua e já possuem uma lista de relatórios e informações preparadas para comprovar tais informações, mas a maioria dos fornecedores ainda está procurando entender o que o cliente está pedindo.

 

Uma confusão muito comum é achar que o fato de um LED ou lâmpada ter a LM-80 e/ou a LM-79 já a credencia como sendo um bom produto. Outros acham que a LM-80 e LM-79 são normas, mas estes são na verdade procedimentos de ensaios, publicados pela IESNA (Illuminating Engineering Society North America). São métodos para verificação da manutenção do fluxo luminoso de fontes de led e para medições elétricas e fotométricas de produtos de led respectivamente.

 

A LM-80-08 é um procedimento de teste para LEDs e módulos de LEDs e não considera componentes ópticos, térmicos e controladores. Visa a obtenção de informações sobre manutenção de fluxo luminoso e alteração da cromaticidade com o tempo através de medições em pelo menos 6000 horas de vida, em intervalos de 1000 horas.

Aplica-se o método em no mínimo três condições de temperatura (55°C, 85°C e outra especificada pelo fabricante do led). Porém o fato de um led ter um relatório de ensaio segundo a LM-80 não implica que este led seja bom. O que deve ser analisado em um relatório da LM-80 é se o resultado de depreciação deste led em conjunto com a temperatura em que este led estará operando dentro de uma lâmpada ou luminária será adequada ou não para a vida desejada. E então estabelecer a vida do produto através de extrapolações conforme a publicação TM-21-11.

 

A LM-79-08 é um procedimento de teste para determinação de características de desempenho de equipamentos de led integrados, aplicável à lâmpada ou luminária. Não é aplicável aos módulos de LED ou ao componente LED. Este teste fornece o desempenho sob condições de operação especificadas em um momento definido na vida do produto, normalmente no início da operação. Ele não aborda classificações de vida, ou desempenho ao longo do tempo.
 

Os dados emitidos pelos procedimentos relatados na LM-79 permite comparações objetivas entre desempenho de produtos, e é necessária para programas voluntários de etiquetagem americanos, tais como o LED Lighting Facts e ENERGY STAR®. A LM-79-08 estabelece os métodos de ensaio em esferas integradoras e goniofotômetros e os principais itens de desempenho fotométricos de um produto led, tais como: fluxo luminoso (lm), eficácia luminosa (lm/W), intensidade luminosa (cd) em uma ou mais direções, coordenadas cromáticas, temperatura de cor correlata,  índice de reprodução de cor e distribuição espectral. Além das características de desempenho elétricas: voltagem, potência, corrente, frequência e fator de potência.


Com estes resultados é possível comparar o desempenho fotométrico e elétrico de luminárias ou lâmpadas de LED e consequentemente se o equipamento é aplicável aos requisitos de um projeto ou de uma instalação. O simples fato de ter um relatório segundo a LM80 ou a LM79 de um produto led, não é suficiente para aprovação ou reprovação de um produto. O que importa é a interpretação dos dados fornecidos por estes relatórios e consequente análise na aplicação desejada.

 

 

Please reload

Posts em destaque

Nova Portaria para certificação de lâmpadas de LED é publicada

05.04.2018

1/2
Please reload

Novos Posts

13.04.2018

Please reload

Procure por Tags